História da Espanha

Home/Sem categoria/História da Espanha

História da Espanha

A história da Espanha é repleta de invasões e disputas

O aspecto mais característico da história da Espanha é a sucessão de invasões de diferentes povos que se estenderam por toda a península.

Os primeiros a chegar foram os Iberos, povo do norte de África. Os seguintes em chegar, atraídos pela riqueza mineral, foram os fenícios, que fundaram vários pontos de comércio pela costa, sendo na época o mais importante Cádiz. Depois vieram os gregos, que fundaram várias cidades, como Rosas, Alicante, Ampurias e Sagunto. Em sua luta contra os gregos, os fenícios chamaram a os cartaginenses, que se apoderaram da maior parte da Espanha.

Nesta mesma época Roma iniciou sua disputa de fronteiras com a Grécia, e assim começou na península ibérica a segunda guerra púnica, que decidiu o destino do mundo de então. Sendo vitoriosos, os romanos iniciaram a conquista da Espanha, ficando sobre o domínio de Roma durante seis séculos. Durante este longo período, houve uma romanização na península; língua, costumes, e cultura romana no geral.

A partir do século VIII, os árabes foram conquistando a Península, processo que durou apenas sete anos. Assentaram-se em cidades importantes como Córdoba, Sevilla e Granada. O Norte da Espanha foi à única região que resistiu aos quase oito séculos de domínio árabe. Durante esse período floresceram as artes e as ciências; construção de palácios, mesquitas, escolas e etc.

Em 718 o rei Visigodo “Pelayo” derrota pela primeira vez os árabes em Alcama, próximo a Covadonga (Astúrias), batalha que marca o início da Reconquista, período durante o qual os reinos cristãos do norte recuperam lentamente os territórios islamizados. Para defender as posições conquistadas, os cristãos levantaram inúmeros castelos que deu origem ao reino de “Castilla” (terra dos castelos).

Durante algum tempo, as culturas árabe, judia e cristã, conviveram no mesmo marco geográfico e histórico. O melhor exemplo disto, talvez seja a cidade de Toledo. De Norte a Sul, a cultura cristã foi desenvolvendo-se e manifestando-se através de diferentes estilos (artísticos): o Prerrománico (Asturias), o Románico (Santiago de Compostela), o Mudéjar (Toledo e Teruel), e Mozarábe-Gótico (Burgos, León e Toledo). O Caminho de Santiago se estabeleceu como uma importante via de comunicação, por onde penetravam as influências do resto da Europa, levadas pelos peregrinos.

Fonte

About the Author:

Leave A Comment